praia

TRILHA DA PEDRA DO PONTAL

by

Quer apreciar uma vista incrível do Rio de Janeiro?? Conheça a TRILHA DA PEDRA DO PONTAL. Com cerca de 120 metros de altura, a Pedra do Pontal fica entre as praias do Recreio e da Macumba. Confira esse post e me diga se o visual é ou não é de tirar o fôlego?!?! =)

TRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTAL

COMO CHEGAR?
Saindo da Barra da Tijuca em direção ao Recreio dos Bandeirantes, basta seguir a Av. Lúcio Costa até o final. Ao chegar no final da praia do Recreio (entre os postos 11 e 12) é impossível não avistar a PEDRA DO PONTAL, só tem ela no meio de duas praias. Nós estacionamos o carro em frente a praia, no final do Recreio e fomos caminhando até a pedra. Como fomos num dia de semana foi super tranquilo achar vaga e não foi preciso nem pagar por ela. Porém, acredito eu que aos finais de semana isso será mais difícil de acontecer.

TRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTALA TRILHA
A TRILHA DA PEDRA DO PONTAL começa literalmente na extensão de areia entre as praias do Recreio e da Macumba. Nós iniciamos a trilha por volta das 9:30h da manhã e a faixa de areia estava seca. Quando descemos por volta das 10:30h a maré já estava alta e foi preciso tirarmos os nossos tênis para atravessar a faixa de areia. Caso você chegue mais tarde, não se preocupe, além do incomodo de tirar e colocar o tênis, não haverá grandes problemas porque a água bate no máximo no joelho.
O caminho até o topo da pedra, apesar de não ser sinalizado, é de certa forma intuitivo. Não tivemos grandes problemas com a trilha, mas confesso que por 1 ou 2 vezes paramos para pensar qual seria o caminho mais indicado.

TRILHA DA PEDRA DO PONTALApesar de ter visto na internet muitas pessoas falando da facilidade que é fazer a TRILHA DA PEDRA DO PONTAL, eu particularmente não achei tão fácil assim. Ela é fácil no sentindo de ser uma trilha rápida (cerca de 20 minutos cada trecho) e que não precisa de muito esforço (mas eu fiquei cansada..rs). Porém, se você tiver medo de altura e não estiver com um tênis apropriado essa facilidade toda pode acabar rapidamente. No meu caso, foi um pouco complicado. Nas partes mais abertas, onde não tinha vegetação, meu tênis estava deslizando muito na pedra e quando tentei ficar descalça também não foi fácil porque meu pé suava de nervoso e eu ficava escorregando.

TRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTAL

Existem 2 trechos que eu considero mais complicados. No início, onde a pedra é mais íngreme, por ser tudo bem aberto, me bateu um medinho de sair rolando pedra abaixo. Meu conselho é que você pegue um impulso e vá sem medo que aí passa rapidinho. E a segunda parte ruim é quase o final onde é preciso se segurar em uma corda para subir na pedra. Para mim o problema maior não é nem segurar na corda, mas sim você não conseguir ver direito como é o caminho com a corda e ser tudo muito aberto. Confesso que eu não fui nessa parte, mas o Paulo, que não tem medo de altura, foi e disse que nos 3 primeiros passos dá um medo de leve, mas depois é tranquilo.

TRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTALRECOMENDAÇÕES
1. Não esqueça de levar água;
2. Passe protetor solar. Eu não passei e fiquei com a marca da roupa. rs
3. A trilha é pequena, mas acho importante levar uma barrinha de cereal ou alguma coisa para beliscar;
4. Use um tênis apropriado;
5. Leve um saco plástico para colocar o seu lixo, pois não tem lixeira na trilha;

TRILHA DA PEDRA DO PONTALTRILHA DA PEDRA DO PONTAL

VALE A PENA FAZER ESSA TRILHA?
Com certeza. Coloque um tênis apropriado e vá em frente. E mesmo que você não queira fazer a parte final da corda, ainda assim, vale a pena, o visual é deslumbrante.

Gostaram dessa aventura? Me conta aqui nos comentários se você já fez essa trilha e o que achou. =)
Beijos,
Amanda ♥

EXPLORANDO AS PRAIAS DE BÚZIOS

by

Sem dúvidas, Búzios tem como seu maior atrativo as praias. Porém, devido a grande quantidade de praias e o pouco tempo de viagem, às vezes fica difícil decidir qual explorar.
Mas fiquem tranquilos que hoje eu vou dar uma ajudinha e contar para vocês um pouco sobre cada praia que a gente conheceu.
Apesar de Búzios ser uma região pequena e as praias serem relativamente próximas, é inviável conhecer todas elas a pé. O ideal é que você vá de carro para Búzios ou alugue um Buggy por lá.

Praia do Forno
O nome Forno vem da cor avermelhada da sua areia. É uma praia pequena, tranquila e com mar calmo. Vi alguns Blogs dizendo que ela é uma ótima opção na alta temporada quando as praias mais badaladas ficam lotadas, mas eu, sinceramente, não gostei. Não acho que a Praia do Forno mostra a real beleza de Búzios.
Estacionamento: paramos o carro em frente a praia e não foi preciso pagar estacionamento. 

Foca
A praia da Foca é bem deserta. Ela é rodeada de pedras, o que dificulta um pouco o banho de mar. Na minha opinião, essa praia é ideal para quem quer sentar nas pedras e olhar o mar sem ver a hora passar. Por ser isolada e com um acesso mais restrito por uma escada rústica no meio do mato, provavelmente você poderá relaxar sozinho por lá.
Estacionamento: paramos o carro em frente a praia e não foi preciso pagar estacionamento. 
Ferradura
A praia da Ferradura é bem família. Rodeada por casas de veraneio e com água bem calminha é perfeita para as crianças. Ambiente aconchegante e confortável fazem dessa praia uma das queridinhas de Búzios.  
Estacionamento: 
é possível parar o carro na rua por um valor de 3 reais a hora. 

Ferradurinha
Não sei se foi o tempo que ajudou, mas Ferradurinha ganhou de todas as outras praias. O conjunto dessa praia é simplesmente perfeito. Ela tem o formato de uma ferradura, bem pequenininha e aconchegante. Sua água é cristalina com incríveis tons de verde e azul e as pedras ao redor completam o visual maravilhoso.
A atividade que predomina na praia da Ferradurinha é o Stand Up, mas sua água super gelada fez com que eu desistisse de praticar. hauh
Pagamos 15 reais por 2 cadeiras e uma barraca, mas caso você consuma algum petisco ou prato principal, não precisa pagar por elas.
Estacionamento: O acesso para essa praia é cheio de becos, então o ideal é que você pare o carro em um estacionamento. Pagamos 10 reais a diária.

Geribá
Fugindo um pouco do estilo de praia pequena e sem onda, Geribá tem uma grande extensão de areia e um mar mais agitado. É uma praia bem bonita e animada. Um lugar legal para passar o dia é no Fishbone Café.
Estacionamento: é possível parar o carro na rua por um valor de 3 reais a hora. Ossos
Só passamos pela praia dos Ossos para pegar o caminho até a Azeda e Azedinha. E, na minha opinião, essa praia só serve para isso mesmo. Ela é repleta de barcos, o que prejudica o banho de mar.

Azeda e Azedinha
A Azeda e Azedinha estão divididas apenas por uma pedra e é possível passar de uma para outra andando. Cercadas de uma vegetação mais robusta, são praias com uma pegada mais rústica. Águas tranquilas e cristalinas fazem dessas praias um pequeno paraíso. É possível chegar de barco táxi ou fazer uma caminhada de subida por uma rua de paralelepípido e descida por uma escadaria de madeira.
Estacionamento: paramos o carro na rua por um valor de 3 reais a hora. 

Tucuns
A praia de Tucuns tem ondas que os surfistas adoram. Ela é um pouco mais afastada e menos conhecida, mas perfeita para quem quer sossego e preço justo.
Não é uma praia com uma ótima estrutura, mas fique tranquilo que você encontrará 2 quiosques para te atender com petiscos, bebidas e cadeiras.
Estacionamento: paramos o carro na rua e não foi preciso pagar estacionamento.
OBS: Uma ótima dica, caso você esteja de carro, é se hospedar em Tucuns. Muito mais barato e o deslocamento para os principais pontos de Búzios é rápido e fácil.

Praia Brava e Praia da Tartaruga
Infelizmente, devido ao mau tempo, nós não fomos nessas praias, mas dizem que o por do sol é simplesmente maravilhoso.
Na Praia Brava eu indico o Rocka Beach Lounge. http://www.rockafish.com/
Na alta temporada e nos finais de semana existe uma consumação mínima, mas nos outros dias não. É bom ligar antes para saber direitinho como funciona.
Já na Praia da Tartaruga eu indico a Pousada e Restaurante Praia da Tartaruga. http://www.praiadatartaruga.com.br/

João Fernandes e João Fernandinho
Não tivemos tempo de ir, mas só escuto elogios a respeito. Sem dúvidas, vale a visita.

E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

PRAIA DO SECRETO NO RIO: ONDE FICA E COMO CHEGAR

by

Já faz um tempinho que venho namorando a Praia do Secreto por fotos, até que finalmente chegou o grande dia de conhecê-la e aqui estou eu para compartilhar com vocês o que achei desse lugar, considerado por muitos como o paraíso.
Como vocês sabem, gosto de ser sincera em tudo que compartilho aqui no Blog. Então, vamos lá…a verdade é que eu fiquei um pouco decepcionada! O visual lá do alto é até bem bonito, mas o trajeto para chegar na Praia do Secreto é péssimo. Não existe sinalização e muito menos um caminho seguro.

A praia
Na verdade não é bem uma praia, é uma espécie de “piscininha” que se forma entre duas pedras. Já vi algumas fotos na internet com uma faixa de areia, mas no dia que eu fui a maré estava alta e a areia não estava visível.
Embora o caminho seja complicado, o lugar é muito bonito, rodeado por pedras e com uma água cristalina.

Como chegar?

A famosa Praia do Secreto fica entre a Praia da Macumba e a Prainha. Nós estacionamos, gratuitamente, o carro no Mirante do Roncador. Depois é preciso descer andando a pista cerca de uns 5 minutos até você avistar uma placa escrito PERIGO. A partir daí você irá entrar em uma “trilha” por mais 5 minutos. A questão é que durante a “trilha” existem caminhos diferentes e você tem que praticamente adivinhar qual é o certo.
Além disso, o mato é relativamente alto e o caminho estreito, ou seja, é impossível andar por ali sem que o mato encoste na sua perna. Eu confesso que passei correndo, pois tinha medo de aparecer algum bicho.
Bom, depois do matagal, consegui avistar a Praia do Secreto, mas para a minha surpresa a descida até ela era MUITO íngreme. Não existe corda ou escada para você se apoiar e muito menos sinalização de qual a melhor parte da pedra para você descer. Vi algumas pessoas descendo agachadas sem chinelo e com a bunda na pedra, mas achei super perigoso e preferi admirar só de longe mesmo.
OBS 1: Se você é alérgico a mosquito vá preparado, pois eu voltei com a perna toda picada.
OBS 2: Sei que muitas pessoas vão nessa praia e não acontece nada, mas tomem cuidado porque é realmente perigoso. Inclusive já ouvi história de gente que caiu e teve que ser resgatada por helicóptero. A pessoa sobreviveu, mas nem todo mundo pode ter essa sorte. Fiquem atentos!

Vale a pena ir na Praia do Secreto?
Acho que vale a pena para curtir a paisagem que é um espetáculo. Só recomendo a descida até a Praia do Secreto caso a estrutura seja melhorada.
Apesar de ter visto algumas pessoas falando que as crianças tem facilidade em descer, eu não aconselho esse passeio para crianças, idosos e pessoas com algum problema nas pernas.

E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

1 2 3 4