love

NOSSO CHÁ DE CASA NOVA

by

E para celebrar o nosso retorno ao Brasil decidimos fazer um CHÁ DE CASA NOVA. A ideia era reencontrar os nossos familiares e amigos e comemorar a nossa nova casinha.
Para quem não sabe, antes de morarmos na Austrália, eu e o Paulo morávamos com os nossos pais. Porém, agora estamos morando em um apartamento só nosso e nada mais justo do que comemorar essa nova fase das nossas vidas! CASA NOVA, VIDA NOVA! =)
Toda a ornamentação do chá foi planejada e executada por mim, pela minha mãe, vó, sogra e alguns amigos.
O único doce que não foi feito pela gente foram as trufas que por sinal estavam uma delícia.
Trufas de maracujá e chocolate – R$ 1,50 (cada)
contato: Dalila – (21) 97966-9089

A mesa de comida foi toda organizada pela minha mãe. Repleta de variedade, os convidados podiam desfrutar de folhados, pão gelado, frios, torta de cebola e muito mais.
Onde encomendar?
Folhados
Padaria Danúbio Azul – (21) 2281-7346
Endereço: Av. Dom Hélder Câmara, 4589 – Del Castilho
Frios
Palese – (21) 2596-8252
Endereço: R. Getúlio, 143 – Meier
Pães
Padaria Cravo e Canela – (21) 3298-4684
Endereço: Estr. Cel. Pedro Corrêa, 740 – Jacarepaguá


AS BRINCADEIRAS!
Eu, sinceramente, tinha uma certa aversão a essas brincadeiras que acontecem em chás. Apesar de saber que elas animam a festa, eu não queria ficar toda pintada. Mas, para a minha surpresa, minha amiga Grazi fez umas brincadeiras em forma de duelo entre eu e o Paulo que não teve nada dessa coisa de sair todo pintado e ao mesmo tempo foram bem divertidas. As brincadeiras consistiam em provar as nossas habilidades nos serviços domésticos e mostrar a sintonia do nosso amor. Nós amamos! =)

Deixo aqui o nosso MUITO OBRIGADO a todos que vieram nos prestigiar nesse dia tão especial! =))

E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

NOSSA VOLTA AO BRASIL

by

Hoje, após 15 dias da nossa volta, resolvi escrever um pouco sobre esse assunto. O porque voltamos, como foi a nossa volta e como foram os nossos primeiros dias no Brasil.
Desculpa a demora em aparecer por aqui, mas é que aproveitei esses dias para curtir minha família e amigos, e também colocar a nossa nova casa em ordem.
Mas vamos ao que interessa… 😉
Fomos para Austrália achando que poderia, sim, ser para sempre, afinal é quase que uma unanimidade que a Austrália é um país maravilhoso. E digo mais, muitos dizem que ela é o Brasil que deu certo. Estou muito longe de falar mal da Austrália aqui nesse post, porém digo com toda a certeza que ela não é igual ao Brasil. O Brasil tem muitos defeitos, mas uma coisa eu aprendi, é aqui que está a sua história e é aqui que apesar de tudo será sempre a sua casa. Pode até ser que você se apaixone pela cultura, pela língua e pela vida na Austrália, porém o Brasil estará sempre em seus pensamentos e as palavras, dúvida e saudade andarão com você por toda a sua jornada.

Na Austrália eu aprendi que o mundo é muito maior do que eu imaginava e que respeitar o próximo e suas diferenças é algo que todos deveriam praticar. Chorei muito e passei por coisas que jamais imaginei que fosse passar, mas hoje eu digo que essa foi a maior e mais gratificante experiência da minha vida. Tudo o que eu vivi e aprendi nessa temporada será para sempre a minha maior riqueza.

Por que voltamos?
Diferente do que havia planejado, o intercâmbio é totalmente imprevisível e apesar da Austrália ser um país incrível, descobri que sou mais brasileira do que imaginava, digo mais, sou mais carioca do que imaginava. Além de sentir falta de família e amigos, eu sentia falta do estilo de vida que levava no Rio de Janeiro. Essas coisas não se explicam, só mesmo vivendo para entender.
Tirando a parte mais emocional, uma outra coisa que pesou na nossa decisão foi o fato do nosso visto vencer no início de junho/2016. Para renovar era preciso, mais uma vez, que eu renovasse como estudante e o Paulo entraria no meu visto. Isso seria algo bem caro e eu teria que “estudar” em uma escola que, muito provavelmente, não me acrescentaria em nada. E aí eu me perguntava: “Será que vale a pena tudo isso só para ficar na Austrália?” Além disso, o Paulo não estava conseguindo trabalho sempre. Algumas semanas ele trabalhava bem e outras ficava em casa sem nada. Foi então que decidimos que havia chegado a hora. Hora de voltar para casa.

A volta foi bem complicada, afinal foram 36 horas de voo, muita ansiedade para chegar de surpresa, minha mãe desesperada querendo falar comigo achando que tinha acontecido alguma coisa e eu dentro do avião sem comunicação, comida horrorosa no voo e para finalizar 77kg de excesso de bagagem, isso mesmo, tivemos que pagar mais de 1.600 reais por excesso de bagagem. É, a vida não está fácil! Mas enfim, CHEGAMOS!!!!

Primeiros dias no Brasil
Ficamos completamente chocados com as ruas sujas e cheias de buracos e o trânsito caótico. Uma outra coisa que nos incomodou bastante foram os supermercados, muita bagunça, frutas deformadas, legumes sujos e com larvas, locutor falando alto e preços bem elevados em produtos industrializados (OBS: até o momento só fomos em mercados mais populares). Por outro lado, recepção calorosa das nossas famílias e amigos, comidinha da mamãe e da vovó, carnes de um modo geral bem mais baratas do que na Austrália, comida japonesa no estilo brasileiro, mudança para o nosso novo apartamento e muito mais. É inexplicável a sensação de estar em casa.
Deixo aqui algumas fotos dos nossos primeiros momentos no Brasil…

Para assistir o vídeo da nossa chegada é só clicar no link abaixo: 🙂
https://youtu.be/M-1kHCueEmMGente, eu quero dizer que o POR ONDE FOR não irá acabar, afinal as aventuras e dicas continuam seja na Austrália ou no Brasil. #VemComAGente #VamoQueVamo

E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

COMPARTILHANDO AMOR NO DIA DAS MÃES

by

MÃE, palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar a luz e sim, participar da vida dos seus frutos gerados ou criados.”

Hoje e sempre nós só temos a agradecer por sermos filhos de duas guerreiras que não mediram esforços para a nossa criação. Duas mulheres que vibram com as nossas conquistas, estendem a mão nas nossas derrotas e lutam sempre pela nossa felicidade. Obrigado, mães! Vocês são o nosso maior exemplo e nós temos muito orgulho de vocês.
Infelizmente a distância não permite um abraço apertado no dia de hoje, porém resolvemos fazer algo diferente para trazer vocês para mais pertinho da gente nesse dia tão especial.
As fotos são uma forma de compartilhar o nosso amor com vocês e por vocês. Aproveitem muito o dia de hoje que muito em breve esse amor será compartilhado bem juntinho.

FELIZ DIA DAS MÃES para as nossas mães e para todas as outras mamães que estão lendo esse post!  
Beth e Tânia, nós amamos vocês!

Quero deixar aqui o meu MUITO OBRIGADA a minha amiga e fotógrafa, Tássia Lima. Você arrasou  nas fotos. =)
Contatos: (+61) 0406 805 797 / @tassilima / lima.tassia@hotmail.comE aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

1 2 3 4