Coron

[FILIPINAS] CORON – O QUE FAZER? ONDE COMER? (PARTE 2)

by

O post de hoje é continuação desse aqui:
http://www.porondefor.com.br/?p=3173

No nosso terceiro dia em CORON decidimos fazer um passeio de barco em grupo. O Paulo tinha visto um vídeo na internet de um cara nadando apenas de máscara de snorkeling por dentro de um navio naufragado em Coron. Aí o Paulo cismou que queria fazer o mesmo..hauhua, foi então que escolhemos o TOUR G, pois uma das paradas seria nesse navio.
Eu particularmente não aproveitei nada desse Tour, ele só é interessante para quem gosta de mergulho ou snorkeling, pois o tour é composto praticamente SÓ por isso o dia todo.
Ahhh, antes que eu me esqueça, o Paulo conseguiu nadar dentro do navio, porém bem na hora o cartão de memória da Gopro ficou cheio e ele não conseguiu fazer vídeo. ;((

O Tour tem praticamente o mesmo formato do particular que eu mencionei no post anterior, a única diferença é que não tem transfer de ida e volta até o hotel, o encontro é direto no porto.
Pontos determinados: Calumbuyan Island e House Reef, Lusong Gunboat e Coral Gardens.
Parada extra: Sangat Gunboat (essa parada só foi possível pois todo o grupo concordou)
OBS: O navio que está mais próximo a superfície e onde é possível nadar por dentro dele apenas com snorkeling fica na parada Lusong Gunboat.
Preços:
Passeio de barco em grupo tour G – 990 PHP (por pessoa)

No quarto dia já era hora de ir embora, porém o Paulo teve uma ideia sensacional. Confesso que no início eu não gostei muito, mas depois agradeci por ter sido uma das experiências mais incríveis que eu já tive. Nós acordamos as 4h da manhã para ver o nascer do sol. Fomos até o morro onde fica o letreiro “CORON”, subimos 721 degraus e de lá apreciamos o nascer do sol junto das luzes da cidade se apagando e o galo cantando. INDESCRITÍVEL, todo mundo deveria fazer isso pelo menos uma vez na vida. =)

Onde comer?
ALTROVÉ
Não foi fácil achar um restaurante em Coron, nada era muito atrativo. O Altrové foi indicação do nosso guia do passeio de barco. Nós comemos uma vez e gostamos, depois ficamos com medo de errar e acabamos comendo lá todos os dias..hauha
O ambiente do restaurante é bem agradável e a pizza uma delícia. As massas também são gostosas, mas preferi a pizza. =))
Preços:
Nosso jantar para duas pessoas dava uma média de 850 PHP.

Como ir embora de Coron?
Nós fechamos uma van direto com o nosso hotel para nos levar até o aeroporto de Busuanga.
Preço:
Van – 150 PHP (por pessoa)

E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda

 

[FILIPINAS] CORON – COMO CHEGAR? O QUE FAZER? (PARTE 1)

by

O post de hoje vai falar sobre o nosso último destino nas FILIPINAS, CORON.
Eu diria que Coron seria um primo de El Nido. Se você tiver que escolher apenas 1, eu escolheria El Nido, mas se puder fazer os dois, faça, pois vale a pena.
Coron e El Nido tem paisagens similares devido as suas rochas de fácil deformação, “limestones”, e passeios com formatos parecidos, porém Coron carrega uma história nas profundezas de suas águas. Foi em Coron, durante a Segunda Guerra Mundial, que os navios japoneses foram bombardeados pelos americanos. Hoje é possível apreciar e se emocionar com muitos navios naufragados por toda a região, um cenário perfeito para os mergulhadores.
Uma coisa que achei bem diferente entre El Nido e Coron é a cidade em si. El Nido é mais aconchegante e me lembra uma cidade do interior, já Coron é mais movimentada e a rua principal praticamente não existe calçada, o pessoal só anda de teco-teco, que por sinal são muito melhores dos que os de El Nido.

OBS: Lembrando que todos os valores desse post estão na moeda local do país, Pesos Filipinos.

Como chegar em Coron saindo de El Nido?
Durante toda a nossa viagem, esse foi o caminho mais temido por mim. Eu tinha lido em diversos lugares que a viagem nesse trajeto era horrível, pois além do barco ser muito desconfortável, o mar era agitado e as vezes entrava até água dentro do barco. Pois eu te digo, não sei se dei sorte ou se o pessoal exagerou na hora de escrever. O barco até é bem desconfortável para 8 horas de viagem, porém o mar estava maravilhoso, parecia um tapete. A viagem foi extremamente tranquila.
OBS: Não esquece de levar alguns lanchinhos para comer no caminho, pois a comida que eles oferecem é simplesmente horrível.
Preços:

Taxa no porto de El Nido – 20 PHP (por pessoa)
Barco de El Nido para Coron – 1200 PHP (por pessoa)
Teco teco do porto de Coron para o hotel – 100 PHP O QUE FAZER EM CORON?

MAQUINIT HOT SPRINGS
No nosso primeiro dia em Coron optamos por descansar um pouco no hotel e depois fomos para as piscinais quentes naturais.
Para chegar até a Maquinit é preciso pegar um teco-teco. O caminho é bem ruim, mas quando você chega com certeza compensa. O lugar é muito agradável e aconchegante, principalmente a noite.
Eu sou completamente apaixonada por água quente, mas estava tanto calor no país que foi impossível ficar muito tempo dentro d’água.
OBS: Não esqueça de levar uma toalha ou uma canga para se secar.
Preços:
Teco-teco do hotel até “Maquinit Hot Springs” – 300 PHP (ida e volta) – o motorista fica te esperando por cerca de 1h.
Entrada “Maquinit Hot Springs” – 200PHP (por adulto)

PASSEIO PARTICULAR DE BARCO
Como não tínhamos muito tempo para fazer diversos passeios, optamos pelo passeio particular de barco. Assim, além dos pontos já determinados, incluímos  mais duas paradas extras.
Pontos determinados: Twin Lagoons, Kayangan Lake, Siete Pecados, Coral Gardens e Calachuchi Beach
Paradas extras: Skeleton Wreck e Barracuda Lake
Praticamente todas as paradas são preservadas pelos nativos e possuem uma taxa de entrada. Todas as taxas já estão incluídas no valor do passeio. Além disso, também estão incluídos transfer de ida e volta até o hotel, máscara de snorkeling e almoço.
Como acrescentamos duas paradas ao passeio, nós tivemos que pagar a taxa de entrada delas separadamente.
Preços:
Passeio particular para duas pessoas – 5000 PHP
Entrada Skeleton Wreck – 100 PHP (por pessoa)
Entrada Baracuda Lake – 100 PHP (por pessoa)

Nós fechamos o tour com a empresa “Expeditions” e gostei do serviço, não tenho nada a reclamar.
Site da empresa: http://www.corongaleri.com.ph

SKELETON WRECK
Essa foi uma das paradas que nós acrescentamos ao passeio e sinceramente não vi graça nenhuma. A única coisa interessante é que um dos navios japoneses está afundado nesse local, porém apenas com a máscara de snorkeling é muito difícil de chegar até ele devido a profundidade.

TWIN LAGOONS
Como o nome já diz, são duas lagoas gêmeas e elas são lindas! Para atravessar de uma para a outra é preciso passar por baixo de uma pedra (mergulhando caso a maré esteja cheia) ou tem uma escada em cima da pedra que vai para o outro lado. A única coisa que eu não gostei é que a água é bem morna no fundo, porém super gelada na superfície, isso acaba causando uma sensação esquisita o tempo todo. hauha

KAYANGAN LAKE
MARAVILHOSO! Tudo é lindo nesse lugar, a entrada, a vista do topo e o lago em si. Para completar ainda tem uma caverna dentro d’água super pequena, mas muito acolhedora. Vale a pena a visita! 
BARRACUDA LAKE
Ele me lembra um pouco o Kayangan Lake. Adoreiii!

CALACHUCHI BEACH
Essa foi a nossa parada para almoço. E como já de costume, uma praia no estilo mais deserta.

CORAL GARDENS
Fica literalmente em frente a Calachuchi Beach. É uma parada mais para relaxar do almoço e ver alguns corais
E aí, gostou?!?! Não esquece de deixar a sua marquinha por aqui! Vou adorar ler um comentário seu ou ver que você curtiu esse post. =)
MUITO OBRIGADA! ♥
Beijos,
Amanda